terça-feira, 8 de março de 2011

Podia esperar de qualquer um,



essa fuga, esse fechamento. mas não de você, se sempre foram de ternura nossos encontros e mesmo nossos desencontros não pesavam, e se lúcidos nos reconhecíamos precários, carentes, incompletos. meras tentativas, nós. mas doces. por que então assim tão de repente e duro, por que? 
(Caio F. Abreu)


http://www.orkut.com.br/Community?cmm=97768257

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...