quinta-feira, 10 de março de 2011

Você me perturba,



joga água e sai correndo. atira a pedra e me acerta de raspão, me espia no escuro e mostra a língua, me xinga, me atiça. invade o meu sossego, meu refúgio, pisa no meu ninho com os sapatos sujos, na minha toca, sem saber o meu tamanho, até onde vai meu bote, você me provoca achando que não há perigo. 
(Caio F. Abreu)



http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=99316828

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...